BRASIL, Sudeste, Mulher, mclaudiamesq@uol.com.br

 

    Registros
  B A N G A
  Brumas
  Poeminhas p/...
  Sou o que sinto
  Concretismo!
  Arnaldo Antunes
  Augusto de Campos
  Haroldo de Campos


 

 
 

   

   


 
 
Duas Palavras



Saudade

Descalça caça vento

que despenteia cabelos

sopra areia, grande mar.

 

Lambe pés, versos da beira,

melodiosa canta sem desarmonia.

 

Música de ser no peito,

nos olhos, no sal gota brilha

a jóia preciosa do amor.



Escrito por meninapoesia por Maria Cláudia às 12h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




conversa de meninas

minha irmã disse

                            que fui abduzida

                                 tanto que pedi aDeus

                                 : um sinal

                                 : algum ciclo voador

 

ela, irmã minha

                            rogou ao diretor de cena

                            ser passageira alien

                                 : de cinema

 

sonhou

           acabou no mar

                            estrela de outro céu

                                 : sereia



Escrito por meninapoesia por Maria Cláudia às 02h12
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Preconceito

                        Ao

                           Preconceito

É

       Avesso

                      Do

                            Medo

 

                  Vaidade

                                Sem

                                      IDADE

                             

                     Verso?

              Desigualdade

            Promiscuidade

            Preço

                           Des

                           Con

                                   Figura

                                                 Des

                                                         fi

                                        gur

                                            a

 

                      P

                              Tenho

                                         Me

                                                      (do)

                                                       dos

                                                 meus

 



Escrito por meninapoesia por Maria Cláudia às 15h07
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




quando crescer

quero ser violão
que salva o dia,
todo o meu dia,
poesia e letra de
batidas, dedos
firmes, mãos pulso
coração, braços
cordas e emoção.


Escrito por meninapoesia por Maria Cláudia às 23h42
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Embriaguez

  Pega mais uma

vez na minha

  mão. Toca meus

olhos tímidos com

  teu olhar de cantar

sede de boca minha.

  Leva-me junto ao

quarto de sonhos de

  brisa alegre que gira

gira gira gira e faz rir.



Escrito por meninapoesia por Maria Cláudia às 23h16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




feitiço

guardei folhas

amarrei

    no canto teu

canteiro

de ti

por ti

    fundo de mim

               jasmim



Escrito por meninapoesia por Maria Cláudia às 22h26
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




sei lá não sei

saber se você

: está bem

: se está quase bem

: se é meu bem

 

se bem

: que eu bem sei

: que nada eu sei bem

: sem estar bem

 

sem você

        sou sem bem



Escrito por meninapoesia às 22h56
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




roda roda cirandinha

baila bailarina 

solta

canta cata

alegria

pula imagem

brinca

inspira lambe

poesia



Escrito por meninapoesia às 22h55
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




ai... eu quero ser...

meninapoesiaanimapoesiamaniapoesia

poesiamaniapoesiaanimapoesiamenina

animapoesiamaniameninapoesiapoesia

maniapoesiapoesiapoesiapoesiapoesia



Escrito por meninapoesia às 11h36
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




sede saliva

ilustre lustro ilustrado

lato lastro stricto incenso

lâmina lume

vaga língua imune



Escrito por meninapoesia às 18h27
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




pele

boca

no beijo

alma

na boca

 

        na cama

         a calma

 

bocalma

 

          acalma?

 



Escrito por meninapoesia às 21h00
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




brilho nos olhos

lágrima

que dança

e cai

de felicidade

 



Escrito por meninapoesia às 22h30
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




entrelinha



Escrito por meninapoesia às 21h53
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




conjuração

eu repilo

tu negas

ele mente



Escrito por meninapoesia às 22h11
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




duas palavras

sob língua

           menina

         nome assobia

                         sal      de 

                       saudade

          nome sobre

sobrenome

          poesia



Escrito por meninapoesia às 00h17
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]





[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]